imagem césar frazão
telefone cesar frazao
Leia e pratique!

ARTIGOS DE VENDAS

Um atendimento adequado atrai mais do que preço e qualidade?
Essa é a pergunta que nossa querida leitora faz e também é feita dezenas de vezes ao ano em minhas palestras e seminários. A resposta definitivamente é sim.
 
Um atendimento gentil, competente, simpático e principalmente rápido atrai mais do que preço baixo. Atenção! Não estou dizendo que preço não é importante, claro, é um fator a considerar, mas estou dizendo que não é tão importante assim, não é só o preço que influencia uma compra, existem outros fatores que os vendedores e atendentes devem saber usar na prática.
 
Em alguns mercados centavos fazem a diferença, como por exemplo, na venda de distribuidoras de combustíveis a postos. Outro dia eu estava monitorando algumas ligações em uma grande distribuidora para preparar o treinamento de vendas da equipe comercial e flagrei um cliente dizendo a vendedora:
 
Cliente: _ Seu preço no álcool está caro, está 2 centavos acima do concorrente X
 
Vendedora:_ Meu amigo, vc sabe que quando precisa estamos sempre aqui para lhe atender da melhor forma, além do mais conhece nossa extrema qualidade das entregas rastreadas e monitoradas assegurando um combustível de primeira, sem risco de adulteração e sem riscos futuros para seu posto e seus clientes. O que o Sr. Faria se tivesse o seu nome jogado fora por causa de combustível ruim. Além do mais sabe da nossa rapidez. 
Comprando agora comigo, daqui três horas ainda antes do almoço o caminhão tá chegando aí!!!
 
Cliente: _ Você é fogo mesmo hein! Vai manda aí vamos fechar então!!!
 
E com os argumentos de qualidade, relacionamento e rapidez conseguiu vender combustível que um “commodities” mais caro!
Poderia contar aqui dezenas de casos como estes, mas como o nosso espaço é limitado, vou contar apenas mais fresquinho que aconteceu no mês passado:
 
Ao desembarcar no aeroporto de uma das grandes cidades do Brasil (não revelo nem sobre tortura) dirigir-me para o local onde ficavam as locadoras e pelo que me lembro lá estavam pelo menos QUATRO locadoras de automóveis. Disputando o mesmo cliente e oferecendo o mesmo produto.
 
Na primeira, a vendedora não sorriu, não falou Bom Dia e não perguntou meu nome, acho que deve ter tido algum problema sexual a noite. Apenas perguntou qual o modelo e para onde? Deu o preço e eu disse que iria cotar a outra ao lado...
 
Na segunda e vendedora foi mais simpática, sorriu e falou bom dia (não perguntou meu nome, mas também acho que isso já seria querer demais!), pegou as informações básicas e deu o preço, que era o mesmo da loja ao lado. Eu disse a ela que iria cotar a outra ao lado e ela apenas concordou acenando positivamente com a cabeça...
 
Na terçeira, o valor era mais alto que as duas primeiras, cerca de 20% a mais. Ao ser questionado por mim em porque que o valor era mais alto que as lojas ao lado ele respondeu “ Ah sei lá, cada um é cada um né!” Parece difícil de acreditar, mas gente isso é sério! Eu não sabia se chorava ou se ria da situação.
 
Na quarta loja, fui atendido por um rapaz sorridente, simpático que estava finalizando o atendimento de um casal, mas ao observar eu de longe ele sinalizou só um instante e disse “Já atendo o senhor!” Em seguida, perguntou meu nome, me cumprimentou e ofereceu um cafezinho. Expliquei a ele o tipo de viagem que eu faria para dar palestra e carro que desejava. Então ele me disse que estavam com todos os carros daquele modelo alugados. 
 
Sem titubear ele prontamente me ofereceu outro superior por uma “pequena” diferença a mais segundo ele e eu aluguei! Mesmo pagando mais do que eu planejava.
 
Agora pergunto a você: 
Porque será que os carros daquela locadora estavam alugados enquanto os das outras estavam parados nos estacionamentos a espera de clientes? Será que era o signo dele? Claro que não! É preciso entender de uma vez por todas que todos somos vendedores na empresa, não basta atender, tem de vender, conquistar, sorrir e convencer o cliente a comprar de você.
 
Empresas parecem estar sofrendo de uma miopia empresarial, gastam fortunas em divulgação, marketing e ponto de venda para atrair seus clientes, mas não investem no treinamento para qualificar seu pessoal da linha de frente. Colocam pessoas sem preparo jogando fora assim todo o investimento feito. E depois ainda botam a culpa na crise!
 
Segundo pesquisa sobre o comportamento do consumidor 5 coisas vem antes do preço na cabeça do consumidor antes ou no momento da compra. São elas:
 
1- VOCÊ
2- QUALIDADE
3- BENEFÍCIOS
4- GARANTIA
5- RAPIDEZ E CONVENIÊNCIA
6- PREÇO
 
A ordem acima varia de acordo com o produto ou serviço, mas em geral quase nunca o preço vem em primeiro lugar. Mesmo assim tem vendedores e empresas que tem como único argumento de vendas o preço, estas farão vendas só até que algum concorrente conseguir vender mais barato e o ciclo se repete até que este tipo de empresa quebra, porque uma empresa não vive de vendas, vive de lucro!
 
Em vendas não existe mágica tudo é uma relação de causa e efeito. Se fizer a coisa certa, treinar e argumentar com inteligência. Venderá, mesmo cobrando mais que o concorrente!
 
Boas Vendas e Sucesso!
 
Palestrante César Frazão


Fonte: César Frazão
« Anterior76777879Próximo »